LIMPEZA DA ALMA



Vou filtrar a minha alma
 varrer maus sentimentos
limpar os corredores
dos canais do pensamento

Vou lavar com água pura
as vidraças do meu olhar
tomar banho de lavanda
para o coração perfumar

Vou vasculhar labirintos
nos recônditos do meu ser
para poder encontrar
muita paz para o viver....

Plantar nos vasos sanguineos
sementes de luz e amor
para verter pelos poros
balsamo contra a dor

No fim desta faxina
na vida vou mergulhar
para poder limpar o mundo
com os exemplos que vou dar.....


Lucinéia Magri




Comentários

  1. Lucinéia,que lindo seu poema!é sempre uma grande alegria ler suas poesias e poemas amiga!são meigos,sutis,gentis,enfim,tudo de bom!beijokas.

    ResponderExcluir
  2. Gratíssima Claudia por suas palavras, a minha poesia tem sido alimentada pelo amor, carinho e palavras tão doces de todos os leitores e amigos queridos, beijinhos.

    ResponderExcluir

Postar um comentário