O mar

O mar





Não estou perto do mar
muito triste para uma poetisa
mesmo assim consigo rimar
mesmo ao longe sinto a sua brisa

Tão poético estar perto do mar
Tão lindo ver a lua refletida
sentir o cheiro e as ondas encontrar
tudo isto tem nome de vida

Ah! Oh! mar que eu venero
mar de Camões, mar de Castro
Mar que eu também tanto quero
e espero seguir o rastro

Oh! mar que sepultou Gonçalves
Oh! mar que transportou navios negreiros
Oh! mar que atravessou descobridores
oh! mar de luzes e nevoeiros!

Em  cismar ao longe eu idealizo
um mar sereno que abraça o mundo
em assim pensar nasce um sorriso
e os meus sentimentos mais profundos.

Eu navego nos sete mares
na minha jangada, a poesia
onde respiro suaves ares
oh! mar.... que alegria......




Comentários

Postar um comentário