Sem máscaras


                




   Sem máscaras

Quero chegar sem máscara
Poder mostrar-me por inteira
Sorriso aberto, riso farto
Poder ser o que o que sou...

Sou o que eu penso
Se não penso, não sou
Mas o que o outro pensa
Nada em mim acrescentou.

Sou o que eu traço
Se não traço, não sou
O que desenha outro compasso,
Nada em mim projetou.

Sou o que eu quero,
O que não quero, não sou
E o que quer o outro quer
Nada mim simbolizou.

Quero viver sem máscara
Porque o meu rosto, sou eu
Sou reflexo das minhas concepções
Que a minha alma escreveu.

Quero delinear o meu rastro
Como as margens delineia o rio
Quem passar por minhas margens
Poderá se espelhar em minhas águas....





Comentários