a ALMA INDIGENA.




É a alma das matas
é a alma dos passarinhos
são luzes em cascatas
... mas são almas sem ninhos....

Sempre livre e guerreiro
amantes do nosso chão
mas um prisioneiro
da "branca" ambição

Os verdadeiros donos da terra
mas foram expulsos pelos "senhores"
e pelos séculos desta guerra
sofreram tantos horrores....

Como eu queria ser india
e correr livre pelo mundo
levando flechas da paz
e um amor profundo

A minha pescaria....
seriam peixes de luz
e multiplicaria....
pelas mãos de Jesus...

Correm indios guerreiros
entre as estrelas do céu....
levando amor em fagulhas
que transformam em fogaréus.......

Comentários